A Escrava Isaura: Resumos dos capítulos de 03 a 07 de julho

a-escrava-isaura-record-2gd1

Confira os resumos dos capítulos da semana:

Segunda, 03 de julho
O sargento chega na fazenda e diz a Joaquina que será uma questão de honra prender Leôncio. Miguel e Tomásia saem de carruagem atrás de Isaura. Leôncio ameaça Isaura com uma faca caso ela não se cale. Leôncio começa a usar a faca para rasgar o vestido de Isaura. Isaura consegue soltar suas mãos. Ao seu lado, vê um pedaço de madeira. Na mesma hora, ela o pega e acerta na cabeça de Leôncio, que desmaia. Isaura procura nos bolsos dele a chave do cadeado. Mesmo com as mãos tremendo, pega as chaves e solta os grilhões de ferro. Depois, pega a faca de Leôncio e corta as amarras dos pés e sua mordaça. Subitamente, Leôncio acorda. Desesperada, Isaura dá uma facada na mão dele, que grita de dor. Serafina vai até a casa do Cel. Sebastião dizer que agora não é mais uma rameira. Ele deve decidir com quem irá se casar. O coronel escolhe Gioconda.
Isaura foge pela mata. Leôncio sai atrás dela e a alcança. Para detê-la, ele a sufoca. Isaura desmaia. Leôncio beija Isaura, que ainda está desacordada. Tomásia ampara Miguel, que está muito nervoso e desesperado pelo rapto de sua filha. Henrique decide ir atrás de Isaura. Rosa e Joaquina estão rezando quando, de repente, uma ideia surge. Rosa se lembra que existe uma casa abandonada na fazenda. Leôncio pode ter levado Isaura para lá. Sebastião suspeita do mesmo lugar que Rosa e sai para ajudar Isaura. Malvina pega uma arma e vai atrás de seu pai. André diz a Álvaro que há uma possibilidade de Isaura estar presa em uma cabana de caça do comendador. Joaquina avisa Miguel e Tomásia sobre o que ela ficou sabendo. Eles saem apressados. João também desconfia da cabana. Ele e o sargento vão na direção certa.
Branca se diverte com a situação de Isaura. Leôncio chora aos pés de Isaura, que está desmaiada. De repente, um barulho surge atrás de Leôncio. Com um golpe rápido, uma faca entra pelo corpo dele. Joaquina reza por Isaura. Leôncio cai morto ao lado de Isaura, que tenta tirar a faca do peito do seu ex-senhor. O sargento chega e encontra Isaura com uma faca ensanguentada nas mãos. Na mesma hora, dá ordem de prisão a ela. Álvaro chega na cabana e vê Isaura. Chegam também no local Miguel, Tomásia, Cel. Sebastião, Henrique, Geraldo, Malvina, Belchior, Rosa, André e João. O sargento pede a todos que compareçam na delegacia. João levanta a dúvida: quem realmente matou Leôncio?

Terça, 04 de julho
Malvina chora a morte de Leôncio. João desconfia de André. O Sargento lê a carta em que Helena confessa que matou o Dr. Paulo. Joaquina chora pela morte de Leôncio. Rosa e Joaquina acham que Belchior sabe quem matou Leôncio. André e João levam o corpo de Leôncio para a charrete. Isaura fica triste com a sua prisão. O Sargento recebe a ordem de prisão para Helena e outra para Isaura. O juiz manda soltar Diogo. Aurora consola Helena. O Sargento não cede aos apelos de Álvaro e manda levar Isaura para cela. Álvaro faz companhia a Isaura, na cadeia. Helena despede-se de Diogo antes de ser presa. Álvaro e Isaura pensam nos suspeitos. Belchior vai a pedido de Malvina perguntar a Álvaro se pode enterrar Leôncio na fazenda. Sebastião quer que o enterro seja breve. André e João negam-se a ir ao enterro. Leôncio é sepultado. Branca fica feliz com a prisão de Isaura. Helena presta depoimento. Helena encontra Isaura na cela. Francisco ameaça vingar a morte de Leôncio.

Quarta, 05 de julho
Rosa cobra a carta de alforria a Sebastião. Isaura e Helena conversam. Aurora conta a Sebastião que Helena foi presa. Malvina desconfia que Sebastião matou Leôncio. Gabriel com a ajuda de Perpétua consegue mexer a perna. Pedrinho conta a Perpétua e Gabriel sobre a morte de Leôncio e a prisão de Isaura. Rosa diz que desconfia de Belchior. João e Joaquina colocam Rosa contra a parede. Gioconda declara a sua desconfiança em Tomásia. Sebastião diz que Malvina também é suspeita. Belchior diz que não vai esquecer a cara que Leôncio fez quando levou as facadas, o que aumentam as suspeitas sobre ele. Rosa e André desconfiam um do outro. Álvaro pensa com tristeza em Isaura. Geraldo sugere a Isaura que assuma o crime, mas ela nega-se a mentir. Sebastião tem um pesadelo com Leôncio. Isaura e Helena ficam desconfiadas com a sugestão de Geraldo.

Quinta, 06 de julho
Álvaro decide investigar o assassinato de Leôncio. Tomásia e Miguel também tentam investigar, para salvar Isaura. Álvaro desconfia de Geraldo e Malvina. Isaura tem pesadelos com Leôncio. Aurora cobiça Henrique. Bernardo e Moleca chegam ao quilombo. Rosa continua desconfianda de Belchior. Francisco ameaça Belchior. Gabriel comemora os seus movimentos com as pernas. Sebastião vai a casa de Gioconda acertar os detalhes do seu casamento. Geraldo avisa Helena que o seu julgamento foi marcado. André aponta uma arma a Francisco e expulsa-o da fazenda. Gioconda avisa Sebastião de que ele é suspeito. Álvaro presta depoimento e visita Isaura.

Sexta, 07 de julho
Álvaro tenta fazer Isaura lembrar-se de alguma coisa referente à morte de Leôncio. O Sargento diz que Tomásia é uma forte suspeita. Malvina lamenta a morte de Leôncio. Para mudar de assunto, Henrique conta a Malvina que Aurora aceitou o seu pedido de casamento. Miguel fica indignado com a acusação do Sargento. Álvaro desfaz a idéia de que André seja o assassino, pois ele esteve ao seu lado todo o tempo. Cel. Sebastião vai depor na Delegacia. Gioconda olha as mãos de Perpétua e Gabriel entrelaçadas. Fica surpresa e sai da sala. Moleca decide criar Basílio como seu filho. Bernardo concorda e promete-lhe encontrar a sua mãe que um dia foi levada do quilombo. Tomásia pressiona Belchior para que ele conte tudo sobre o que viu no dia da morte de Leôncio. André sai para falar com o Sargento. Cel. Sebastião diz ao Sargento que ouviu gritos e logo depois viu Belchior sair a correr em direção à mata. O Sargento acredita que o Coronel esconde ainda algo sobre os acontecimentos. Tomásia e Miguel desconfiam de Belchior. Rosa e André também. Após o seu depoimento, o Cel. Sebastião tenta acalmar Helena para o julgamento. Malvina é interrogada e diz que tem um álibe: Geraldo. Conta que o rapaz esteve ao seu lado todo o tempo. Malvina depõe e logo depois sai para ver Helena. Henrique começa a depor. O Sargento diz-lhe que também é um suspeito, visto que também desejava a morte do senhor Leôncio. Malvina acusa Isaura alegando que quando uma mulher perde a cabeça é capaz de fazer qualquer coisa. E alerta-a que se uma delas tiver de ser condenada que seja Isaura e não ela.

Os resumos dos capítulos são disponibilizados pelas emissoras e estão sujeitos a mudanças em função da edição das novelas.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Anúncios
Esse post foi publicado em Resumo das Novelas e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s