O Que a Vida Me Roubou: Resumos dos capítulos de 08 a 12 de maio

o-que-a-vida-me-roubou

Confira os resumos dos capítulos da semana:

Segunda, 08 de maio
Alessandro surpreso pergunta a José Luis se ele vai destruí-lo e esclarece que Samuel estava com dinheiro dizendo que Joaquim lhe pediu que fosse vê-lo. Ele diz que nem conhecia Samuel e que Montserrat acha que ele está junto com Pedro para acabar com ele e sua relação com Montserrat. Fabiola procura Maria para lhe perguntar sobre Alessandro e lhe diz que Montserrat não a agrada, enquanto ela, Maria, lhe parece muito mais simpática e infinitamente mais bonita. Adolfo diz a Demetrio que trabalha com seu cunhado Pedro e ganha muito bem, e se quiser, pode recomendá-lo para uma vaga. Demetrio rejeita a oferta e diz que vai entrar na marinha. Alessandro diz a José Luis que contará a Montserrat que ele não quer destruí-lo como ela acredita. José diz que é melhor deixar as coisas como estão para que Montserrat o odeie. Montserrat diz a Alessandro que vai falar com o capitão Robledo, pois teme que o mandem para a prisão. José Luis diz a Ezequiel que vai interrogar Samuel. José pergunta a Samuel se Alessandro é seu sócio. Samuel responde que jamais o havia visto. Ezequiel diz a Pedro que José Luis não permitiu que ele ficasse no interrogatório de Samuel. Pedro responde que não tem problema, pois já conseguiu uma ordem de prisão contra Alessandro, emitida por um juiz que o devia favores. Alessandro pergunta a Montserrat se ela foi ver Jose Luis. Temerosa, ela responde que sim. Pedro ameaça Samuel para que comprometa Alessandro. Samuel responde que suas ameaças não lhe dão medo, pois está acostumado a tratar com gente como ele. Alessandro é levado para a prisão. Amélia não permite a Virginia visitar seu pai na prisão. Virginia diz que apesar de tudo ele é seu pai e tem o direito de ir vê-lo. Montserrat, chorando, diz a Angélica que Jose Luis fabricou provas para colocar Alessandro na prisão. Angélica responde que ambas conhecem Jose e sabem que ele seria incapaz de fazer algo assim. Graziela diz a Amélia que chegou ao povoado uma mulher que garante ser filha de Anastácia, a irmã de Benjamin, mas elas sabem que essa mulher era estéril. Maria diz a Rosário que talvez Montserrat se sinta até feliz em ver Alessandro na prisão, já que é apaixonada por José Luis. Rosário, zangada, pede a Maria que vá embora, pois não é bem vinda naquela casa.

Terça, 09 de maio
Tanto Angélica como Montserrat chegam ao escritório de Pedro e ali encontram José. Montserrat o acusa de querer prejudicar Alessandro. Angélica suplica que ele responda que isso não é verdade. Pedro diz a Montserrat que Alessandro é culpado e deverá ficar por muitos anos na prisão. Sandro diz a Fabiola que é possível que ela não leve o sangue de Benjamin Almonte, pois Graziela conhecia sua “mãe” e sabia que ela era estéril. Portanto, seguramente Fabíola foi adotada. José Luis explica a Angélica que não mentiu quando disse que ia ajudar Alessandro. Alessandro vai ver Joaquim e eles se agarram a golpes, terminando ambos em uma cela de castigo. Jose Luis diz a Renato que chegou a pensar em levar Angélica para ver seu pai e pressioná-lo a dizer a verdade, mas teme que após isso Angélica termine muito afetada. Nadia e Victor fazem amor em uma cabana e Pedro os observa. Demetrio, muito orgulhoso, diz a sua mãe, a Josefina e a sua tia Carlota que começou a trabalhar na Marinha. Graziela diz a Demetrio que precisam celebrar esta grande notícia. Ele responde que irá celebrar, porém com sua esposa. Josefina se surpreende. Esmeralda e Angélica preparam uma festa intima para seus respectivos maridos, tanto José Luis como Renato ficam encantados. José Luis e Angélica se abraçam e dizem o quanto se amam. Pedro tenta pressionar Alessandro para que ele confesse que é culpado pelo cultivo de drogas e é sócio de Samuel. Alessandro resiste. Pedro, furioso, diz a Ezequiel que ele tem que obrigar Samuel se manter firme na confissão, acusando Alessandro. José Luis consegue falar com Samuel e diz saber que ele confessou que Alessandro é seu sócio. Samuel responde que desejam obrigá-lo a fazer isso, mas ele não o fará. Samuel diz que não tem motivos para se unir a Pedro nessa injustiça, pois seu único sócio era Joaquim Arechiga. José Luis está desolado no hospital, pois Angélica está muito grave. Amélia diz que sua filha não queria terminar assim. Nadia, chorando, diz a Pedro que se sente mal por usar Victor em seus planos sujos. Pedro, cínico, responde que esse é o preço que tem que pagar por colocar os olhos em uma mulher que não é pra ele. Nadia o diz que o odeia. José Luis pede a Renato que leve um recado a Montserrat, mas que não a diga que é ele quem manda. Renato diz a Montserrat que é urgente que fale com Alessandro e com seu advogado, e os diga que Samuel não assinou nenhuma confissão. Fabiola pede que Amália lhe explique porque Graziela disse que sua mãe não podia ter filhos. Ela pergunta se é adotada.

Quarta, 10 de maio
Amelia diz a Fabiola que é melhor elas partirem de Água Azul, pois ali ela não vai conseguir nada. Amelia diz que Graziela tem razão, que os pais de Fabiola jamais tiveram filhos próprios e ela é adotada. Fabiola chora e diz que é por isso seu tio Benjamin a abandonou assim que seus pais morreram. Amélia diz que queria a verdade e lamenta que ela tenha descoberto dessa maneira. Montserrat diz a Victor que Samuel não confessou nada e que não há provas suficientes contra Alessandro. Renato diz que se desejam ajudar Alessandro, precisam se apressar, pois não sabem quanto tempo Samuel aguentará. Ezequiel agride brutalmente Samuel para que assine sua confissão acusando Alessandro de ser seu sócio. Carlota pede a Ezequiel que ajude a tirar Alessandro da prisão, pois José Luis quer destrui-lo. Ezequiel, hipócrita, diz que fará todo o possível para ajudá-lo. Por ordens de Pedro, Adolfo sequestra Virginia para pressionar Joaquim a acusar Alessandro. Angélica recobra o conhecimento e pede a Jose que a leve até seu pai. Joaquim, chorando, diz a Alessandro que sua filha Angélica está morrendo e se arrepende de todo mal que o fez, pois sente que falhou. Joaquim se surpreende ao ver Pedro. Este diz que vai lhe mostrar umas fotografias. Joaquim vê Virginia dormindo amarrada. Pedro lhe diz que no momento sua filha está bem e depende exclusivamente dele que ela continue ou não assim. Pedro ordena que Joaquim escreva uma carta suicida, que encontrarão em sua cela depois de sua morte. Angélica, chorando, diz a José Luis que se ele a ama de verdade, a tire do hospital, pois prefere estar em casa mesmo que por um dia ou um ano. Joaquim, pressionado, por Pedro, escreve uma carta de suicídio culpando Alessandro por sua morte. Joaquim pede que Pedro ao menos permita que ele veja uma vez mais sua filha Angélica, que está morrendo no hospital. Ele responde que por Angélica já não há nada que possa ser feito, mas por Virginia sim. Pedro diz que ele precisa estar morto até a madrugada. Joaquim chora desolado. Amélia pergunta a José Luis se ele convenceu Angélica a permanecer no hospital e aceitar o tratamento. José Luis responde que sua filha não deseja permanecer por lá e eles precisam respeitar a decisão da moça. Amélia diz que o médico lhe deu esperanças, mesmo que anteriormente tenha dito que ela teria muito pouco tempo de vida. Amélia pergunta se José chegou a amar Angélica de verdade. Ele diz que a ama profundamente e não quer perdê-la. Alessandro diz a Joaquim que sabe que o fizeram trocar de parecer e não vai mais declarar a seu favor. Angélica pede a sua mãe que a leve para ver seu pai, pois quer que lhe diga a verdade sobre Alessandro. Carlota diz a Montserrat que Ezequiel disse que Jose Luis é quem convenceu Pedro de que Alessandro é culpado, que o quer destruir, mas Ezequiel não irá ajudar. Ezequiel diz a Pedro que ainda não conseguiu que Samuel assine a confissão que culpa Alessandro de ser seu sócio. Pedro, furioso, diz que ele é um inútil.

Quinta, 11 de maio
Alessandro se surpreende ao ver o corpo de Joaquim sem vida. Alessandro pega o livro que Joaquim o deu para ler e nele encontra um bilhete no qual Joaquim diz que seu sócio é Pedro, mas que não deve revelar até estar seguro junto de sua família. Renato diz a Demetrio que não confia nele, mas espera que desta vez faça as coisas bem. Demetrio diz a Montserrat que vai falar com Alessandro. Montserrat pede a Nadia que ajude seu irmão para que possa ver Alessandro. Amélia se surpreende quando José Luis diz que Joaquim se suicidou. Carlota diz a Montserrat que Joaquim está morto. Carlota diz a Montserrat e Rosário que Joaquim se suicidou e que Ezequiel tem medo de que ele tenha deixado algum recado culpando Alessandro de sua morte. Nadia mostra a Demetrio um documento com a assinatura de Pedro. Demetrio a falsifica. Fabiola diz a Sandro que escutou uma conversa reveladora entre Montserrat e seu irmão. Fabiola diz que descobriu que a mãe de Alessandro esteve trinta anos na prisão. Demetrio consegue ver Alessandro, mas este o recrimina por todo mal que lhe fez. Sandro diz a Pedro que trabalha em um escritório muito importante e representa Fabiola, única parente de Benjamin Almonte. Após uma longa conversa, Sandro e Pedro se dão conta de que ambos não têm escrúpulos e devem se unir para tirar de Alessandro toda a sua fortuna. Demetrio diz a José Luis que Alessandro quer que ele vá vê-lo, pois existe uma prova de sua inocência. Pedro diz a Ezequiel que existe um bilhete de Joaquim e precisam encontrá-lo. Nadia diz a Pedro que não tem nada o que fazer no velório de Joaquim, já que este morreu por sua culpa. Pedro responde que o culpado pela morte de Joaquim é Alessandro, e logo vai provar esse fato.

Sexta, 12 de maio
Alessandro fica feliz ao ver Montserrat. Ela lhe diz que todos os dias ela e Rosário estão, bem cedo, no local para vê-lo, mas nunca permitem que elas entrem. Pedro exige a Ezequiel que recupere o bilhete de Joaquim. Montserrat diz a Alessandro que segundo Ezequiel é provável que Joaquim tenha deixado algo o culpando por sua morte. Alessandro responde que ocorreu justamente o contrário, que Joaquim esclareceu todas as suas mentiras e acusou o verdadeiro cúmplice, mas se ele revelar tudo isso, tanto ele quanto sua família correrão perigo. Ele pede a Montserrat que dê seus pêsames a Amélia e suas filhas. Pedro e Nadia chegam ao velório de Joaquim. Angélica, chorando, culpa Pedro da morte de seu pai e exige que parta. Pedro diz que Joaquim era seu amigo e o estimava muito. Pedro diz que se existe um culpado, este é Alessandro. Fabiola diz a José Luis que se fez amiga de Montserrat e que ela lhe confidenciou que não o esqueceu. Disse que é verdade que ama Alessandro, mas também ama a ele. Angélica agradece Montserrat por ter ido vê-la e se desculpa pelas mentiras que seu pai disse para prejudicar Alessandro. Adolfo se sente culpado por ter contribuído com a morte de Joaquim e propõe a Maria que fale com a Marinha. Pedro ordena Maria que visite Alessandro e averigue se ele tem o bilhete deixado por Joaquim.

Os resumos dos capítulos são disponibilizados pelas emissoras e estão sujeitos a mudanças em função da edição das novelas.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta a página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Anúncios
Esse post foi publicado em Resumo das Novelas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s