No terceiro dia, Conversa do Bial perde para ”A Praça é Nossa” por 15 minutos

23272435Na sua terceira edição, o Conversa com Bial não conseguiu segurar a liderança e perdeu para o humorístico ”A Praça é Nossa” do SBT por 15 minutos. O programa mostrou os avanços da ex-ginasta Laís Souza na recuperação dos movimentos do corpo e recebeu o neurocientista Michel Nicolelis para anunciar os mais modernos estudos sobre o tema.

Na média geral, o programa de Pedro Bial liderou com 7,3 pontos na Grande São Paulo, Durante os 30 minutos de confronto com a emissora de Silvio Santos, o talk show venceu por um décimo (7,5 a 7,4). Cada ponto equivale a 70.5 mil domicílios.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Ex-The Voice Kids é chamada para audições do The X Factor britânico e pede ajuda para bancar a viagem

20170505104103791576e A pernambucana Ally Victory, de 16 anos, enfrenta uma corrida contra o tempo para dar prosseguimento ao sonho de deslanchar uma carreira na música. Depois de participar do The Voice Kids, da Globo, em 2016, a jovem foi convocada para a primeira etapa de seleções do reality show britânico The x factor, comandado pelo produtor musical Simon Cowell e responsável por revelar nomes como as bandas One Direction e Little Mix. 

”Cantar para o Simon será uma das minhas maiores alegrias e felicidades, nem estou com medo dele por conta da fama de ‘grosso’. Estou contando todos os dias para essa viagem, meus amigos estão presenciando a minha ansiedade!”, define Ally. Ela, que é fã de One Direction e acompanha o programa desde 2010, está no terceiro ano do ensino médio e pretende cursar medicina. 

Para efetivar a participação no programa, Ally precisar estar em Manchester, na Inglaterra, no dia 14 de maio. Para isso, ela conta com a ajuda de amigos e da família para levantar fundos para viabilizar a viagem. ”Minha menina é muito sonhadora, espero e acredito de verdade que ela vai conseguir. Estamos pedindo ajuda na família e com conhecidos para realizar esse sonho’‘, conta a mãe dela, Fátima de Souza. 

A confirmação de que poderia estar no The X Factor veio no dia 25 de abril, por e-mail, depois que Ally submeteu um vídeo de inscrição no qual cantou Not about angels, de Birdy em janeiro. A convocação informava que a artista precisaria realizar o teste no dia 5 de maio, o que era impossível. ”Respondi o e-mail explicando a nossa situação e perguntando se não havia nenhuma outra possibilidade. Eles responderam afirmando que haviam remarcado o teste para o dia 14, agora estamos correndo contra o tempo”, descreve Fátima. 

São quatro fases eliminatórias até o início do reality. Se aprovada nesta primeira, a cantora voltará ao país em julho para retomar as audições e brigar pela vaga para representar o país e o estado na competição, cuja projeção é mundial.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Band perde 60% de audiência nas noites de quinta-feira com ”Shark Tank Brasil: Negociando com Tubarões” e ”Era Uma Vez uma História”

destaq_rotativo_52558A Band perdeu 60% de audiência com a exibição do reality show ”Shark Tank Brasil: Negociando com Tubarões” e ”Era uma vez uma História” nas noites de quinta-feira. 

O reality show ”Pesadelo na Cozinha”, estrelado pelo chef  Erick Jacquin fechou com média de 4,1 pontos. 

Nesta quinta-feira (05), ”Shark” somou apenas 1.2 pontos e o ”Era uma vez…” com 1.3 pontos. A Band manteve o quarto lugar na frente da RedeTV!. Cada ponto equivale a 70.5 mil domicílios.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Confira as audiências consolidadas de quinta-feira, 4 de maio

consolidados 1Confira, abaixo, as audiências de quinta-feira, 4 de maio:


Hora Um – 5,9
Bom Dia São Paulo – 11,4
Bom Dia Brasil – 11,5
Mais Você – 8,8
Bem Estar – 8,1
Encontro com Fátima Bernardes – 8,9
SPTV 1ª Edição – 13,2
Globo Esporte – 13,3
Jornal Hoje – 13,0
Vídeo Show – 9,3
Sessão da Tarde – 10,1
Vale a Pena Ver de Novo: Senhora do Destino – 14,3
Malhação: Pro Dia Nascer Feliz – 20,3
Novo Mundo – 23,8
SPTV 2ª Edição – 27,7
Rock Story – 28,7
Jornal Nacional – 30,3
A Força do Querer – 31,7
Vade Retro – 18,7
Os Dias Eram Assim – 12,3
Jornal da Globo – 9,2
Conversa com Bial – 7,3
Homeland: Segurança Nacional – 5,4

emorecordtv
Balanço Geral Manhã – 2,8
São Paulo no Ar – 4,7
Fala Brasil – 4,6
Hoje em Dia – 3,8
Balanço Geral SP – 6,6
Ribeirão do Tempo – 5,2
Vidas em Jogo – 4,9
Cidade Alerta – 7,1
A Escrava Isaura – 9,3
O Rico e Lázaro – 9,7
Jornal da Record – 7,7
Power Couple Brasil – 7,6
Programa do Porchat – 3,5


Primeiro Impacto – 2,9
Mundo Disney – 3,3
Bom Dia & Cia – 5,7
Clube do Chaves – 6,2
Fofocalizando – 5,2
Casos de Família – 5,7
Rubi – 6,3
O Que a Vida me Roubou – 6,2
SBT Brasil – 4,9
Carinha de Anjo – 9,8
Chiquititas – 9,2
Programa do Ratinho – 9,7
A Praça É Nossa – 8,8
The Noite com Danilo Gentili – 5,2
SBT Notícias – 2,6


Café com Jornal – 1,3
Café com Jornal Edição Brasil – 1,1
Dia Dia – 0,8
Pague Menos Sempre Bem – 0,6
Os Simpsons – 0,9
Jogo Aberto – 3,4
Os Donos da Bola – 2,5
Game Phone – 0,8
Brasil Urgente – 4,5
Brasil Urgente SP – 5,5
Jornal da Band – 5,2
Ezel – 2,0
Shark Tank Brasil: Negociando com Tubarões – 1,2
Era Uma Vez uma História – 1,3
Jornal da Noite – 1,1
Copa do Mundo FIFA de Futebol de Areia – 0,9
Os Simpsons – 0,7
Vídeos Incríveis – 0,5


Tá Sabendo? – 0,4
Melhor Pra Você – 0,4
A Tarde é Sua – 1,3
Master Game – 0,2
Você na TV – 0,3
Rede TV News – 0,7
TV Fama – 0,8
Rede TV News Entrevista Presidente Michel Temer – 0,9
Leitura Dinâmica – 0,5
Programa Amaury Jr. – 0,2

Um ponto no Ibope equivale a 70,5 mil domicílios. Esses números servem como referência para o mercado publicitário.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Diego Cristo e Lorena Bueri são eliminados do “Power Couple”

20170505092251989687uApós protagonizaram uma série de brigas e desavenças, Diego Cristo e Lorena Bueri foram eliminados do reality show Power Couple Brasil, da Record, na noite desta quinta-feira, 04. Os dois, que se conheceram em A Fazenda 7, foram os pivôs da desarmonia no programa, juntamento com o rival, Rafael Ilha, que os acusou de formarem um ”casal fake”, na semana passada.

O ex-Polegar sugeriu que os dois estivessem trapaceando o jogo para levar o prêmio do programa para casa. ”Eu acho que eles não se relacionam como casal de verdade, porque casal de verdade se beija, se toca… Eles têm um relacionamento estranho que não condiz, que não bate. Eles são pessoas conhecidas, podem ter feito uma parceria. Ah, me desculpa gente, mas não sou idiota, não sou otário”, disse Rafael. Cristo e Lorena negaram.

Apesar da eliminação, os dois ainda vão voltar programa em uma repescagem que será realizada com todos os outros eliminados. 

Outra discussão que esquentou o clima no reality show foi entre Rafael e Ana Paula, esposa do cantor Sylvinho Blau Blau. O motivo do desentendimento foi uma frase dita pelo ex-cantor. ”Você falou o que eu não queria que você falasse, até porque você não é dono do meu casamento. Você não tem intimidade para falar da forma como você falou. Não fica jogando ‘letrinha’. Nasci e cresci na favela, querido. ‘Letra’ significa X-9”, desabafou Ana Paula.

Dentro do programa, os casais são desafiados a testar o quanto conhecem um do outro. A dupla vencedora pode ganhar até R$ 1 milhão, de acordo com a pontuação acumulada ao longo do jogo. Na primeira temporada, Laura Keller e Jorge Souza levaram R$ 697 mil após disputarem a final contra Simony e Patrick. 

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Record TV ainda não definiu data de estreia da novela ”Belaventura”

belaventura.jpgA direção da Record TV aprovou os primeiros capítulos da sua próxima novela, “Belaventura“ que será exibida na faixa das sete. O folhetim medieval já possui 20 capítulos totalmente gravados.

A estreia está prevista para julho, mas tudo depende da audiência de “A Escrava Isaura”. A emissora não bateu o martelo em relação a sua estreia. 

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Sambista Almir Guineto morre aos 70 anos no Rio de Janeiro

35aa36a530ea9170fe26d824371c3f18

O sambista Almir Guineto morreu, aos 70 anos, na manhã desta sexta-feira (5) no Rio de Janeiro após complicações de problemas renais crônicos e diabetes. Um dos fundadores do Fundo de Quintal, ele estava em tratamento no Hospital Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

A família do cantor agradeceu pelas orações e o carinho de todos os fãs e admiradores através de uma rede social. As informações sobre o velório e o sepultamento ainda não foram divulgadas.

Nos últimos 15 meses, Almir Guineto lutava contra problemas renais crônicos, o que o impossibilitou de assumir compromissos em shows e apresentações. O músico é autor de músicas como “Caxambu”, “Meiguice Descarada” e “Conselho”.

 

Record TV perde para o SBT entre 20h30 e 1h15; Gugu não consegue vencer o Ratinho

O SBT venceu na noite desta quarta-feira (04) a Record TV entre 20h30 e 1h15 no prime-time. A novela ”Carinha de Anjo” bateu ”O Rico e Lázaro” pelo placar de 9.7 a 9.4 pontos.

O ”Jornal da Record” perdeu para ”Chiquititas” por 11.1 a 8.3, na sequencia, Gugu sofreu uma derrota dupla para o programa ”Pra Ganhar é Só Rodar” e ”Programa do Ratinho” por 9.4 e 6.8 pontos.

O ”Programa do Porchat” alcançou 3.3 pontos contra 4.0 pontos do ”The Noite”_apresentado pelo Danilo Gentili.  Cada ponto equivale a 70.5 mil domicílios na Grande São Paulo.

O Gugu marcou 6.5 pontos e perdeu nos décimos para o SBT.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Ex-presidente Dilma Rousseff não está namorando; James Naylor Green é escritor e ativista LGBT

portaldoholanda-772804-imagem-foto-amazonasUma foto da ex-presidente Dilma Rousseff ao lado de um amigo nos Estados Unidos viralizou nas redes sociais. A ex-presidente está no país para dar palestras em universidades norte-americanas, como Brown, Columbia, New School, City University of New York e Harvard.

James Naylor Green, que está abraçado com a ex-presidente em um restaurante em uma foto, é historiador, tem 65 anos, e é professor na Brown University, em Providence, além de ser especialista em estudos latino-americanos. Em abril deste ano, Dilma participou de uma jornada acadêmica em nove universidades na Costa Leste dos Estados Unidos, onde conheceu Green.

Green fez um texto em sua página no Facebook sobre como a mídia brasileira distorceu a imagem da presidente depois do processo de impeachment e que foi uma “honra ter passado este período com a Presidenta Dilma Rousseff”.

O que foi o motivo para especulação de que a ex-presidente estaria namorando. Não, Green é ativista dos direitos LGBT norte-americano e escreveu livros importantes para a causa como: Frescos Trópicos e Ditaduras e Homossexualidades.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Globo tem interesse em tirar Faro da Record TV a peso de ouro: R$ 5 milhões por mês

Hora-do-Faro-registra-recorde-de-audiência-2-696x392A TV Globo através dos seus diretores estão interessados em tirar o apresentador Rodrigo Faro da Record TV. O assunto é tratado com muito sigilo nos corredores da emissora.

No comando do dominical ”A Hora do Faro” e com contrato terminando no final de 2017, Faro não sentou ainda para negociar com a emissora da Barra Funda, apesar de ter uma cláusula que automaticamente o vínculo é renovado, porém, ambos precisam sentar três meses antes para ”costurar” um novo acordo. 

Rodrigo Faro na Record TV ganha por mês segundo estimativa do mercado R$ 2,2 milhões com merchandising e a Globo estaria disposta a pagar R$ 5 milhões mensais, o mesmo que ganha o Faustão.

A Record TV terá que aumentar o salário do Faro para manter ele na emissora e mudar o formato do programa, para pessoas próximas ele relatou que está disposto a encarar novos desafios na carreira. 

Entre os apresentadores da Record TV, Faro lidera o topo e é o que mais recebe da emissora, o que causa inveja entre outros contratados. 

Rodrigo Faro já passou pela Globo; foram 11 anos de casa, com participações como ator em “A Indomada”, “O Cravo e a Rosa” e “O Profeta”. Deixou o canal em 2008 para comandar o “Ídolos”, reality musical então adquirido pela Record (antes, pertencia ao SBT). Márcio Garcia aceitou a proposta do canal global para voltar a fazer novelas e ganhar um programa solo fazendo o caminho inverso, surgiu a oportunidade de Faro assumir também “O Melhor do Brasil” que em pouco tempo elevou os índices da emissora.

Com a saída do Gugu das tardes de domingo, Faro ganhou a oportunidade de duelar no dia mais concorrido da TV e desde então é considerado o ”ouro” da emissora de Edir Macedo, com índices de audiência na casa de 10 pontos e picos de 20 que o coloca na liderança contra o Faustão por diversas ocasiões.

Na Globo, Faro seria o nome para substituir Fausto Silva que pensa na sua aposentadoria em 2022. A emissora carioca nega a negociação e a sondagem. Pelo Instagram, Faro disse que não está negociando com nenhuma rede. Já na Record TV, os diretores estão com uma única certeza: será difícil segurar o Rodrigo Faro na emissora por muito tempo. 

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Figurinista Su Tonani, assediada pelo ator José Mayer, desabafa: ‘Não fui amante’

José-Mayer-foi-acusado-de-assédio_A figurinista Su Tonani, responsável por desencadear uma campanha nacional contra o assédio sexual depois de denunciar publicamente o ator José Mayer, fez outro desabafo sobre o caso. A figurinista publicou, nesta quinta-feira (4), um texto no blog Agora é que são elas, do jornal Folha de S.Paulo, desta vez para desmentir os boatos de que teria vivido um relacionamento com Mayer e esclarecer os motivos de não ter procurado a Justiça para incrimina-lo.

No relato, Tonani declara a sua história por “encerrada” e pede que outras mulheres tomem a frente da luta. “Reservo a mim o direito de encerrar esse assunto. Chego ao final da minha jornada. Estou no limite da minha capacidade emocional de seguir na linha de frente dessa luta. Peço que respeitem os meus limites. Violados anteriormente, quando tudo isso começou. Outras podem assumir a frente dessa luta. E eu me comprometo a sempre apoiá-las, assim como fui apoiada por tantas”, escreveu ela.

A funcionária argumentou que não prosseguiu com o caso de assédio para a Justiça pois acredita que a carta de confissão divulgada por José Mayer e o pedido de desculpas da Globo exibido durante o Jornal nacional foram suficientes. No entanto, critica a maneira como blogs e veículos de imprensa lidaram com a situação: “Vítima de profissionais exibicionistas. Vítima da narrativa produzida por tabloides irresponsáveis, das versões misóginas da violência que vivi que tornam suspeito meu gesto de denúncia, bem como a sororidade das que me apoiaram”.

E continua:  “Tenham certeza: estou sendo revitimizada pelo machismo que tentam me enfraquecer, me roubar a coragem de lutar. Mas cada vez que o conteúdo que questiona minhas razões é compartilhado, não sou só eu que estou sendo subjugada. Toda vítima está sendo coagida. Reprimida. Oprimida. Todas as que ainda não se manifestaram, em qualquer contexto, no país todo, dúvida de si. E cogita seguir calada”.

“A minha história é a história de uma mulher jovem que não aceitou o assédio de um homem com mais poder que ela. Neste caso, o ator rico e famoso. O Brasil não está acostumado a lidar com este tipo de história. Eu sei. Mas não barateiem a minha história. Até porque ela é de muitas de nós”.

RELATO NA ÍNTEGRA:

Não, eu não fui amante de José Mayer.

Declaro que não fiz acordo com nenhuma parte envolvida e muito menos recebi algum dinheiro.

Não fui demitida da Rede Globo. O meu contrato, como o previsto, se encerrou com o final da novela.

Declaro que não retirei queixa contra José Mayer pelo simples fato de que nunca a fiz.

Eu fui vítima de assédio sexual. E agora estou sendo vítima novamente. Das especulações que colocam dúvidas sobre a minha dor. E me fazem revivê-la.

Em 31 março de 2017, depois de oito meses sendo assediada pelo ator José Mayer, depois de ter levado minha denúncia de assédio às instâncias de poder ao meu alcance e não ter encontrado justiça, depois de ver o medo dos colegas de testemunhar o que viram, sentindo que não tinha mais a quem recorrer, decidi. Sem nenhum outro recurso à minha disposição, optei por tornar pública minha denúncia no blog feminista #AgoraÉQueSãoElas. Um espaço que me acolheria.

Mas não pensem que foi uma decisão trivial. Ela foi recheada de medo.

Sabe por que dá tanto medo de delatar um abuso?

Porque nossa cultura machista culpa a mulher, da vítima, pela violência vivenciada. É isso que corre as redes. É o que passa pelo boca a boca. É o que passeia por nossos aplicativos de relacionamento. É o que é impresso nos jornais. A história da mulher sedutora, agora passional e vingativa. Da mulher que mereceu. Da amante rejeitada.

Essa é a história que o mundo machista gosta de contar. E que nos acostumamos a aceitar como versão mais plausível. Saiba: essa prática nos desempodera. Nos revitimiza. E neste momento é como me sinto. Me sinto vítima novamente.

Vítima de quem, agora?

Vítima de profissionais exibicionistas. Vítima da narrativa produzida por tabloides irresponsáveis, das versões misóginas da violência que vivi que tornam suspeito meu gesto de denúncia, bem como a sororidade das que me apoiaram. E tenham certeza: estou sendo revitimizada pelo machismo que tentam me enfraquecer, me roubar a coragem de lutar. Mas cada vez que o conteúdo que questiona minhas razões é compartilhado, não sou só eu que estou sendo subjugada. Toda vítima está sendo coagida. Reprimida. Oprimida. Todas as que ainda não se manifestaram, em qualquer contexto, no país todo, dúvida de si. E cogita seguir calada.

Dentre as intimações que recebi do delegado havia a informação de que eu estaria cometendo crime de desobediência por não depor. Como se neste tipo de crime a decisão de abrir um inquérito é exclusiva da vitima? Se eu assim quisesse, o ideal não seria uma delegada? Temos as delegacia de atendimento às mulheres para isso, não?!

Me sinto interrogada inescrupulosamente, insessantemete. Mesmo sem prestar queixa nenhuma. Quantas vezes terei de pedir para respeitarem o meu não? E quantas não se identificarão tristemete e optarão pelo silêncio ao ver o escrutínio sob o qual me vejo agora?

Sinto que a minha história teve começo, meio e fim. Terminou na terça à noite, 04 de abril de 2017, com um pedido de desculpa da Rede Globo e uma carta de confissão do José Mayer, ambos lidos no Jornal nacional. Senti que tive a justiça que desejava. Pouco creio que a punição criminal para o meu caso tenha alcance maior que já tivemos. Mais potência. Seja mais transformadora.

A clara sensação que tive após a publicação do meu relato, genuinamente acolhido pelas feministas foi: a minha coragem trouxe vida às memórias de abusos enterrados pelas mulheres no fundo do que são. Como já vimos acontecer com o #PrimeiroAssédio. Foi como se meu grito tivesse acordado a dor de outras. Foi como se o meu grito tivesse se tornado o de todas nós. Isso empodera. Mas assusta.

O meu objetivo ao expor a minha historia foi sair da invisibilidade, romper o silenciamento imposto, transcender este lugar de vítima que me era insuportável. Sou apenas uma profissional, que cansada de ser desrespeitada, lutou pelo que acredita. Por que incomodou tanto o meu silencio pós-relato? Talvez porque eu não tenha cumprido o papel da oportunista exibicionista que o patriarcado esperava. Talvez porque não tenha sido a liderança, o exemplo que queriam que eu fosse. Desculpe desapontar estas e estes.

Em circunstancias diferentes da minha, é claro que o mais apropriado é um processo criminal e cível. Estimulo sim, todas as mulheres a levarem seus casos às autoridades, demandarem a devida atenção e buscarem a aplicação da lei. Mas acredito que obtive a justiça que queria e me sinto contemplada. Tive meu desejo desrespeitado uma vez. Isso me fez vítima. Quero deixar de sê-lo e seguir. Será que dessa vez minha vontade será respeitada?

O silêncio. É o que eu quero. Não o silenciamento coercitivo. O silêncio que eu escolho. A minha vida de volta. Qualquer versão diferente da que eu emiti neste mesmo blog e da que emito agora é mentirosa. E essas mentiras ferem, não só a mim, mas a todas as mulheres que batalham por sua voz. Queremos falar e calar quando bem entendermos. Nos concedam esse direito.

A minha história é a história de uma mulher jovem que não aceitou o assédio de um homem com mais poder que ela. Neste caso, o ator rico e famoso. O Brasil não está acostumado a lidar com este tipo de história. Eu sei. Mas não barateiem a minha história. Até porque ela é de muitas de nós.

Movemos um pouco a estrutura. Agora é segurar o rebite. O revés machista que deseja nos manter nos velhos lugares submissos de sempre. Me sinto vitoriosa. Fizemos grande porque fizemos juntas. Fui ouvida. Fomos. Somos muitas. Demonstramos força. E torço com tudo de mim que saiamos deste ciclo mais confiantes que sim, é possível mudar. Empresas começaram a repensar os protocolos nos casos de assédio. Homens descobriram que o mundo mudou. Falamos de assédio em espaços de poder antes impermeáveis a este debate.

Me orgulho de ter contribuído como pude para isso. E agora quero seguir.
Reservo a mim o direito de encerrar esse assunto. Chego ao final da minha jornada. Estou no limite da minha capacidade emocional de seguir na linha de frente dessa luta. Peço que respeitem os meus limites. Violados anteriormente, quando tudo isso começou. Outras podem assumir a frente dessa luta. E eu me comprometo a sempre apoiá-las, assim como fui apoiada por tantas.

O CASO
No início de abril, Su Tonani publicou um texto no Agora é que são elas relatando casos de assédio contra ela praticados pelo ator José Mayer, à época no ar como o vilão de A lei do amor, novela na qual ela trabalhava como figurinista. A denúncia repercutiu e outras funcionárias da Globo organizaram a criação da campanha Mexeu com uma, mexeu com todas, aderida por diversas atrizes.

A emissora, então, fez um pronunciamento afirmando não compactuar com as atitudes de Mayer e anunciando o total afastamento dele de futuras produções da empresa por tempo indeterminado. O ator, que primeiro havia negado as acusações, posteriormente publicou uma confissão nas redes sociais em que pedia desculpas. 

O ator teve seu contrato com a emissora interrompido conforme publicado pelo Portal 4. 

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta uma página do Portal 4 no Facebook, clique aqui