Confira a programação de filmes da TV Brasil de 24 a 29 de abril

tv-brasil

Confira a programação de filmes da TV Brasil entre os dias 24 e 29 de abril.

Segunda-feira, 24 de abril

Regresso ao Campo

23h, na TV Brasil

O documentário “Regresso ao Campo” busca conhecer a vida dos “neo-rurais” em Portugal, pessoas que estão saindo das cidades e para viver no campo.

A partir dos anos 1940, as migrações se davam em direção às cidades. O êxodo deixou ointerior de Portugal cada vez deserto. A população se concentrou no litoral e na Grande Lisboa. Invertendo o movimento, muitas pessoas têm voltado às áreas rurais do país europeu.

O filme mostra quem forma essa parcela da população, o que os motiva e que valores e modelo de vida estão buscando.

Os primeiros dos neo-rurais eram estrangeiros. Vinham de uma Europa Central então ameaçada por Chernobyl. O mundo rural mudou muito nos últimos 30 anos. Os tratores substituíram o trabalho braçal; também há supermercados, autoestradas, subsídios comunitários e Internet.

Iniciou-se outra migração interna e os geógrafos até já distinguem diferentes grupos de “neo-rurais”: os que partem por motivação ecológica, os que regressam à terra natal, os que se dedicam ao home office e até os desempregados por causa da crise.

O documentário conversa com algumas dessas pessoas. “Valorizam seu próprio tempo e modos de vida mais solidários e vão à procura de atividades em equilíbrio com a natureza”, explica a geógrafa Teresa Alves, uma das entrevistadas.

Quarta-feira, 26 de abril

Uma longa viagem

23h, na TV Brasil

Em 1969, a família envia o menino mais novo para fora do Brasil a fim de evitar seu engajamento na luta armada, como fez a irmã, Lucia. Heitor viaja pelo mundo ao longo de nove anos e, durante esse tempo, envia cartas à família.

Lucia, presa política que virou cineasta, também viaja pelo mundo, mas de modo diferente do irmão, que passou por uma série de dificuldades ao longo dos anos..

Miguel, o terceiro irmão, morreu, e a única coisa que eles conseguem fazer diante da perda é resgatar a memória da época em que os três viveram juntos.

Usando-se de entrevistas, cartas e comentários da irmã (em off), o documentário trata de memória. Não só pela forma como é feita a investigação, mas pelas razões que motivaram Heitor a dar as entrevistas e Lucia a reunir as cartas que a mãe tinha juntado durante a vida.

O filme levou o prêmio de Melhor Documentário (Prêmio do Público) no Festival de Málaga; Prêmio da Crítica de Melhor Documentário, no Festival de Paulínia; além de ser eleito como melhor filme e ganhar como melhor direção de arte, melhor ator e levar o Prêmio do Juri Popular, no Festival de Gramado.

Sábado, 29 de abril

Kátia, às 16h30 na TV Brasil

Kátia Tapety é o personagem central deste filme. Nascida José, em Colônia do Piauí, município nordestino com 8 mil habitantes, Kátia foi a primeira travesti eleita a um cargo político no Brasil. Exerceu mandatos como vereadora e vice-prefeita.

O filme dirigido por Karla Holanda é resultado de 20 dias de convívio com Kátia no sertão piauiense. A produção recebeu o prêmio de melhor longa na 8ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos da América do Sul.

Sábado, 29 de abril

Esta é a Nossa Rua

23h30, na TV Brasil

O documentário português “Esta é a Nossa Rua” faz uma viagem pelos muitos mundos que se cruzam nos 2,5 quilômetros da Avenida Almirante Reis, em Lisboa. A rua apresenta um retrato da diversidade étnica, religiosa, social e cultural.

Da parte de baixo até o alto, a via demonstra essa variedade não apenas étnica, mas também social. Na zona tradicionalmente mais popular, a avenida é pobre e degradada, habitada sobretudo por idosos e imigrantes e ensombrada por estigmas. À medida que se sobe em direção ao Areeiro, a avenida vai ficando cada vez mais branca, larga e farta para acabar num bairro típico da alta burguesia lisboeta.

As pessoas que vivem e trabalham na avenida guiam a câmera do filme para mostrar o que os prende ali, os seus sonhos e desilusões, e o que pensam de quem mora na região.

A Avenida Almirante Reis  é, seguramente, a artéria mais multicultural de Portugal. A qualquer hora do dia ou da noite, é possível encontrar chineses, africanos, indianos, paquistaneses, bangladeshianos, brasileiros, europeus do leste e até portugueses.

Dirigido pela jornalista Margarida Metello, o documentário “Esta é a Nossa Rua” foi reconhecido em festivais portugueses de cinema. O longa conquistou o Grande Prêmio da Lusofonia “Manoel de Oliveira” no Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Famalicão. A produção também foi vencedora da terceira edição do Prêmio de Jornalismo, Direitos Humanos e Integração promovido pelo Gabinete para os Meios de Comunicação Social (GMCS) e pela Comissão Nacional da UNESCO (CNU) de Portugal.

Me siga no Twitter: @beraldotv

Me siga no Instagram: @beraldotv

Curta a página do Portal 4 no Facebook, clique aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s